Sporting vence Rio Ave e destaca-se no terceiro lugar

Sporting vence Rio Ave e destaca-se no terceiro lugar

 

Lusa/Ao online   Futebol   7 de Abr de 2019, 21:28

O Sporting recebeu e venceu este domingo o Rio Ave por 3-0, em jogo da 28.ª jornada da I Liga de futebol, isolando-se no terceiro lugar da prova.

O brasileiro Luiz Phellype abriu cedo o ativo, aos 12 minutos, Bruno Fernandes, de grande penalidade, ampliou aos 36 e levou a equipa a vencer por dois golos para o intervalo. Na segunda parte, Wendel estreou-se a marcar na I Liga e 'selou' o resultado, aos 54.

Com este triunfo, a equipa de Alvalade soma agora 61 pontos, mais três do que os 'arsenalistas', quartos, e menos oito do que Benfica e FC Porto, primeiro e segundo classificados, respetivamente.

Já o Rio Ave, depois de ter perdido com o Desportivo das Aves (1-0), somou a segunda derrota consecutiva e manteve o nono lugar, com 32 pontos, em igualdade com o Portimonense, com um jogo a menos e que esta segunda-feira defronta o Tondela.

Depois de ter alinhado com três centrais diante do Benfica (1-0) para a segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, o Sporting voltou ao clássico 4-4-2, com o meio-campo a ser preenchido por Wendel, Gudelj, Bruno Fernandes e Borja, que ia alterando com Acuña na esquerda, mas pela frente teve inicialmente um Rio Ave que estava empenhado em bloquear a fase de construção dos 'leões'.

Com uns primeiros 10 minutos de jogo muito divididos, o Sporting chegou cedo ao golo. Numa saída para o contra-ataque, Wendel recebeu a bola sobre a linha de meio-campo, caído sobre a esquerda, fez um passe interior para Bruno Fernandes, que isolou Luiz Phellype, que, na 'cara' do guarda-redes Léo Jardim, bateu para golo (12).

A missão do Rio Ave de pontuar em Alvalade caiu por terra quando Messias carregou na área Luiz Phellype. O árbitro eborense Luís Godinho não teve dúvidas e assinalou grande penalidade, que Bruno Fernandes, aos 36 minutos, converteu, fazendo o 2-0.

A partir daí, o Rio Ave não mais conseguiu pegar no jogo e o Sporting tornou-se dono e senhor da partida. Por isso, o encontro foi perdendo velocidade e os vila-condenses sentiram dificuldades para ganhar a posse de bola e ultrapassar a própria linha de meio-campo.

Os 'leões' foram manietando os forasteiros e, aos 54 minutos, Wendel, com um remate de fora da área, colocou a bola em arco ao ângulo superior esquerdo da baliza de Léo Jardim.

A vencer por 3-0, o treinador Marcel Keizer aproveitou para fazer a gestão do plantel. Depois da substituição do lesionado Borja, para a entrada de Jovane, no início da segunda parte, Acuña e Mathieu foram trocados por Bruno Gaspar e André Pinto, respetivamente.

Aos 77 minutos, por muito pouco Tarantini não fez o golo de honra. O capitão do Rio Ave, caído na direita, perto da linha de fundo e dentro da grande área do Sporting, rematou forte, a bola passou por baixo do corpo do guarda-redes Renan Ribeiro e quase cruzou a linha de golo.

Até ao final, apenas destaque para o remate de Bruno Fernandes, aos 86 minutos, mas a bola passou ao lado da baliza de Léo Jardim.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.