Liga

Sporting vence e mantém o terceiro lugar

Sporting vence e mantém o terceiro lugar

 

Lusa/AO   Futebol   4 de Nov de 2007, 20:25

O Sporting ganhou dois pontos ao líder FC Porto ao derrotar  a Naval 1º de Maio, por 4-1, com Liedson a marcar o seu 99º na Liga.

O Sporting ganhou dois pontos ao líder FC Porto ao derrotar hoje a Naval 1º de Maio, por 4-1, com Liedson a marcar o seu 99º na Liga portuguesa de futebol desde que integrou as fileiras dos leões, na época 2003/04.

Os leões mantiveram o terceiro lugar, a um ponto do Benfica, mas estão agora a sete pontos do FC Porto.

A equipa lisboeta estreou o novo relvado, o quinto da história do novo Alvalade (estreado em Agosto de 2003), e voltou às vitórias no campeonato, algo que não acontecia desde o dia 06 de Outubro, frente ao Vitória de Guimarães, precisamente na despedida do antigo tapete verde.

O Sporting entrou melhor e, logo aos seis minutos, Izmailov obrigou Taborda a uma defesa apertada para, quatro minutos depois, fazer a assistência para Moutinho inaugurar o marcador de recarga, depois de uma primeira boa intervenção do guarda-redes da Naval.

Aos 16 minutos, Saulo perdeu de forma escandalosa uma oportunidade para marcar, apenas com o guarda-redes Stojkovic pela frente. Esperava-se o golo da Naval e ele aconteceu, aos 28, num violento remate de cabeça de Diego, acossado pela marcação imperfeita da "torre" Purovic, que o guardião sérvio não foi capaz de travar, depois de um livre cobrado por Mário Sérgio na direita.

Até ao intervalo, nota ainda para um estranho lance em que o árbitro Elmano Santos entendeu que uma falta de Delfim foi cometida fora da área de maior rigor, com a marcação do consequente livre, apesar de ter sido evidente para quantos viam o encontro que esta aconteceu dentro.

Após o reatamento, manteve-se a toada de parada-resposta, com Liedson a colocar o Sporting em vantagem no marcador, com um excelente golo.

Taborda ainda ajudou à festa ao ser expulso, aos 67, num lance de suprema infantilidade ao fazer falta sobre Liedson para grande-penalidade, com o castigo máximo a ser falhado por Moutinho, permitindo a defesa do guarda-redes suplente Wilson Júnior.

O Sporting acabou por aproveitar a superioridade numérica para Vukcevic elevar o marcador, aos 86.

Gladstone fixou o resultados, aos 91, num lance de alguma felicidade ao ver a bola tabelar na perna e entrar na baliza da Navalos forasteiros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.