Sporting de Braga e Sporting vencem e aproximam-se do topo da I Liga


 

Lusa/Ao online   Futebol   10 de Mar de 2019, 12:28

O Sporting de Braga, que venceu o Vitória de Guimarães por 1-0, e o Sporting, que bateu o Boavista por 2-1, aproximaram-se este sábado provisoriamente dos dois primeiros lugares da I Liga portuguesa de futebol, na 25.ª jornada.

Depois de um golo de Ricardo Horta ter bastado para os minhotos se colocarem com seis pontos de vantagem sobre o Sporting, os ‘leões’ sofreram para reagir no Estádio do Bessa, onde praticamente começaram a perder frente aos ‘axadrezados’, graças a um tento de Neris, logo aos três minutos.

Um autogolo de Edu Machado, aos 17, restabeleceu o empate, mas daí para a frente o jogo nem sempre foi bem disputado, com os lisboetas a rematarem mais de 10 vezes de forma desenquadrada da baliza boavisteira.

Aos 90+3, uma grande penalidade convertida pelo ‘capitão’ Bruno Fernandes, no que foi o 13.º golo no campeonato do médio formado no Bessa, deu o triunfo aos ‘leões’, que mantiveram as distâncias para o Braga, no quarto lugar, a três pontos dos ‘arsenalistas’.

No ‘clássico’ minhoto, foi o Sporting de Braga a levar a melhor frente ao Vitória de Guimarães, graças um golo do internacional português Ricardo Horta, aos 34 minutos.

Depois de um empate a uma bola na primeira volta, em Guimarães, desta feita os ‘arsenalistas’ impuseram-se no Municipal de Braga e seguem firmes no terceiro posto.

Além disso, a equipa de Abel Ferreira diminuiu para dois e quatro pontos, respetivamente, o atraso para o FC Porto e o líder Benfica, uma vez que ambos ainda não jogaram na 25.ª ronda.

No primeiro jogo do dia, os adeptos que foram ao Funchal ver o Marítimo-Moreirense assistiram a um ‘festival’ de futebol, uma vez que os minhotos estiveram a ganhar por 2-0 logo aos 13 minutos, antes de caírem perante a reviravolta insular.

Arsénio, aos três, e Chiquinho, com o sexto golo da época, aos 13, adiantaram o quinto classificado do campeonato, perante um adversário que estava próximo da zona de despromoção e não vencia em casa desde 05 de janeiro, perante o Portimonense (2-1).

Os madeirenses puseram fim a uma sequência de seis jogos sem perder da formação de Ivo Vieira, ao reagirem aos 37 minutos, com um golo de Getterson, antes de, no segundo tempo, Joel Tagueu ‘bisar’, aos 54 e 70.

A equipa de Petit subiu ao 11.º posto provisório, tendo já ultrapassado o Boavista, e afastou-se dos lugares de descida, enquanto o Moreirense segue em lugar europeu, no quinto posto, com três pontos de vantagem sobre o Vitória de Guimarães.

No domingo, o campeão FC Porto visita o lanterna-vermelha Feirense, depois da ‘euforia’ da passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões, mas também após a derrota no ‘clássico’ da ronda anterior, em casa, com o Benfica, por 2-1.

A equipa treinada por Bruno Lage, líder da prova, com dois pontos de vantagem sobre o FC Porto, só entra em campo na segunda-feira, ante o Belenenses, num jogo que se segue à segunda derrota sob o comando do técnico, na quinta-feira, com o Dínamo de Zagreb (1-0), para a Liga Europa.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.