Sócrates reúne com governo regional para definir ajudas

Sócrates reúne com governo regional para definir ajudas

 

Lusa/Aonline   Regional   20 de Fev de 2010, 21:48

O primeiro ministro José Sócrates vai reunir-se inda este sábado com o governo regional da Madeira e a Protecção Civil para poder responder ao temporal que assolou a ilha e fez pelo menos 32 mortos

À chegada esta noite ao Funchal, José Sócrates afirmou aos jornalistas que irá visitar alguns dos locais afetados pela tempestade e que irá reunir-se na Quinta da Vigia com o Governo Regional e com os responsáveis da Protecção Civil.

"Temos diferentes serviços em prontidão disponíveis para ajudar. Vamos primeiro ver o que é necessário em função da avaliação que o Governo Regional faz e a Protecção Civil regional faz para depois mobilizarmos os meios nacionais do Governo da República", sublinhou o primeiro ministro.

José Sócrates manifestou ainda solidariedade com "o povo da Madeira" e com o Governo Regional da Madeira e deixou "uma palavra de conforto e coragem àqueles que perderam familiares".

"Este é o momento para trabalharmos em conjunto e eu vim assegurar-me de que tudo está a ser feito por parte do Governo da República para ajudar o Governo Regional a responder a esta situação de emergência", referiu.

Questionado sobre verbas a disponibilizar pelo governo para auxiliar o Governo regional da Madeira, José Sócrates referiu que "este não é momento para falarmos, mesquinhamente, de verbas".

"Eu venho aqui simbolizar esse companheirismo que todos os portugueses sentem com a Região Autónoma da Madeira", frisou.

O temporal que atingiu hoje de manhã a ilha da Madeira causou pelo menos 32 mortos e 68 feridos

Entretanto, as ligações aéreas da TAP com a região da Madeira foram já retomadas, disse à agência Lusa fonte da companhia aérea portuguesa.

Quatro voos, provenientes de Lisboa, e um do Porto partiram hoje à noite com destino ao arquipélago.

"O primeiro voo de Lisboa partiu às 21:25 e o voo proveniente do Porto saiu às 22:30", referiu à Lusa uma fonte da transportadora aérea.

No total, foram cancelados 19 voos no Aeroporto da Madeira, devido às más condições meteorológicas.

"Para amanhã (domingo) está prevista a operação normal", afirmou a mesma fonte.

A TAP tem previsto para domingo cerca de uma dezena de voos entre Portugal Continental e a Madeira.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.