Europeias/Suécia

Sociais-democratas do primeiro-ministro Löfven ganham votação

Sociais-democratas do primeiro-ministro Löfven ganham votação

 

Lusa/AO online   Internacional   26 de Mai de 2019, 20:12

O Partido Social Democrata sueco, força política do primeiro-ministro Stefan Löfven, ganhou este domingo as eleições europeias na Suécia com 25,1% dos votos, segundo uma sondagem divulgada pela estação pública SVT, após o encerramento das assembleias de voto.

Na segunda posição surge o Partido Conservador, com 17,6% dos votos.

O partido nacionalista de direita e anti-imigração Democratas da Suécia (DS), com 16,9%, e o Partido Centrista, com 10,3%, ocupam as seguintes posições no voto do eleitorado sueco, que foi às urnas para eleger os 20 eurodeputados suecos sentados no Parlamento Europeu (PE).

O Partido do Meio Ambiente, a segunda força política mais votada nas eleições europeias de 2014, passa agora para a quinta posição, com 9,5% dos votos, o que representa uma descida de quase seis pontos percentuais.

O Partido Democrata-Cristão alcançou 7,5% dos votos, ficando à frente do Partido da Esquerda, com 6,4%, e dos Liberais, com 4,4%.

Segundo esta sondagem, os sociais-democratas do primeiro-ministro Stefan Löfven irão conseguir cinco mandatos na câmara europeia, mais um eurodeputado do que os conservadores.

A extrema-direita sueca sobe para três eurodeputados, enquanto os ecologistas e os democratas-cristãos alcançam, cada um, dois assentos no PE.

As projeções anteveem um mandato no PE para as restantes forças políticas suecas (liberais e Partido da Esquerda).

A Iniciativa Feminista irá perder o seu único assento no hemiciclo europeu, uma vez que ficará longe da barreira mínima dos 4%, indicou a mesma sondagem.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.