Sindicatos decidem hoje novas formas de luta, greve é hipótese

Sindicatos decidem hoje novas formas de luta, greve é hipótese

 

Lusa/AO Online   Economia   13 de Dez de 2011, 06:09

Ativistas sindicais dos transportes e comunicações protestam hoje junto aos ministérios das Finanças e da Economia contra as medidas que o Governo quer aplicar nestes setores e decidem novas formas de luta, entre as quais o recurso à greve.

“É mais um protesto contra as políticas que estão a ser desenhadas para o setor, que apontam para a privatização, redução de serviços, de trabalhadores, de salários e aumento dos custos para os utentes”, disse à Lusa o coordenador do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF), José Manuel Oliveira.

O sindicalista explicou que o protesto terá início às 14:00, com uma concentração junto ao Ministério das Finanças, seguindo-se uma outra concentração, desta vez, em frente ao Ministério da Economia e do Emprego.

O protesto contará com a presença de dirigentes e delegados sindicais, “embora esteja aberta a todos os trabalhadores que possam participar”, disse José Manuel Oliveira, que prevê a presença de entre 800 a 1.000 ativistas.

Nesta ação de contestação, que se insere na semana da luta da CGTP, “será decidida a marcação de um novo protesto”, estando em cima da mesa a possibilidade de avançar para novas greves nos setores dos transportes e comunicações, concluiu o coordenador do SNTSF.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.