Trabalho

Sindicato admite abandonar greve às horas extraordinárias no Porto

Sindicato admite abandonar greve às horas extraordinárias no Porto

 

Lusa/AO online   Regional   25 de Mai de 2010, 12:16

O Sindicato dos Trabalhadores Portuários do Grupo Oriental dos Açores admitiu esta terça-feira abandonar a greve às horas extraordinárias, mas exigiu que a Sociedade de Operações Portuárias de Ponta Delgada (OPERPDL) "cumpra o Acordo de Empresa".
"Admitimos retirar a greve, desde que a empresa pratique um modelo de trabalho como fazia antes dos processos disciplinares (que instaurou) a quatro trabalhadores", afirmou Luís Soares, presidente do sindicato, em declarações à Lusa.

O dirigente sindical acrescentou que esta posição foi transmitida no sábado, durante "uma reunião informal" com a directora regional dos Transportes Aéreos e Marítimos.

"Aguardamos agora que a OPERPDL contacte o sindicato", afirmou, recordando que a 8 de Junho será conhecida a decisão do Tribunal de Trabalho relativamente aos processos disciplinares instaurados a quatro trabalhadores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.