Sinaga fecha 2018 com resultado líquido positivo de 68 mil euros

Sinaga fecha 2018 com resultado líquido positivo de 68 mil euros

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   25 de Mar de 2019, 10:42

A Sinaga fechou, pela primeira vez em cerca de duas décadas de exercício de atividade, o ano de 2018 com um resultado líquido positivo de 68,5 mil euros e com um resultado operacional positivo superior a 800 mil euros, fruto da reestruturação em curso na açucareira açoriana.


Considerando os últimos cinco anos, a empresa passou de resultados líquidos negativos de cerca de 2,5 milhões de euros para 68,5 mil euros positivos, o que corresponde a uma significa redução de 203 por cento, refere nota do executivo.


Ainda no mesmo período de tempo, a Sinaga reduziu o passivo bancário em dois milhões de euros e conseguiu, em 2018, uma poupança ao nível de encargos com juros de cerca de um milhão de euros, que se irá repercutir positivamente nos próximos anos.


Explica o governos que, entre 2014 e 2018, a Sinaga reduziu os custos no âmbito do processo de reestruturação implementado e que, considerando a atual conjuntura, evolução da empresa e negócios, vai prosseguir com a redução do número de administradores executivos de três para um.


O plano de reestruturação da empresa que o Conselho de Administração está a implementar prevê uma renegociação da dívida bancária ainda mais vantajosa e a alienação do património imobiliário sem interesse para a atividade futura da Sinaga.


No final de outubro de 2017, o Governo Regional anunciou que seria suspensa a transformação da beterraba em açúcar na Sinaga, devido essencialmente aos elevados custos de produção, muito superiores ao preço da aquisição do açúcar nos mercados internacionais, mantendo a fábrica a componente da refinação e da comercialização.


Nesse sentido, a empresa vai, no decurso deste ano, iniciar a comercialização de novos produtos diferenciados no mercado regional.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.