Septuagenário morre colhido em despiste no Rali de Viana do Castelo


 

Lusa/Ao online   Nacional   7 de Jul de 2018, 22:50

O despiste de um veículo na primeira classificativa do Rali de Viana do Castelo provocou na tarde deste sábado a morte de um espetador que assistia à prova em “local autorizado”, disse à agência Lusa fonte oficial da autarquia.

Segundo a fonte da Câmara Municipal de Viana do Castelo, a vítima é um septuagenário, de Guimarães, que “foi colhido” numa saída de estrada de um dos participantes no rali e, apesar de “assistido de imediato pelo médico da prova e pelo INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica]”, acabou por morrer no local.

“O rali em princípio vai ser anulado, mas neste momento está suspenso, assim como todas as atividades da câmara”, disse.

O acidente ocorreu pelas 15:30 na freguesia de São Lourenço da Montaria, durante a primeira classificativa da sétima edição do Rali de Viana do Castelo, que, segundo a autarquia, é “pontuável para o campeonato nacional de ralis”.

De acordo com dados da organização, a cargo do Clube Automóvel de Santo Tirso, em parceria com a autarquia local, o Rali de Viana do Castelo contava este ano com “recorde de inscritos”, num total de 84 pilotos, entre eles o campeão nacional de Ralis GT 2017, Vítor Pascoal, e os tricampeões Fernando Peres e Adruzilo Lopes.

O primeiro dia de prova arrancou esta tarde e devia terminar pela meia-noite, sendo que deveria depois prosseguir no domingo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.