Seis barras fechadas devido à previsão de agitação marítima forte

Seis barras fechadas devido à previsão de agitação marítima forte

 

Lusa/AO online   Nacional   10 de Jan de 2018, 08:55

Seis barras de Portugal continental estão hoje fechadas à navegação e quatro estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima, de acordo com informação disponível no ‘site’ da Marinha Portuguesa.

Segundo a Marinha, as barras marítimas de Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Douro, Vila do Conde e Cascais estão hoje fechadas à navegação devido à previsão de agitação marítima forte.

A barra de Viana do Castelo está fechada a embarcações de comprimento inferior a 15 metros e as de Aveiro e da Figueira da Foz a barcos de comprimento inferior a 35 metros.

De acordo com a Marinha, a barra marítima de S. Martinho do Porto está condicionada devido a assoreamento.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou em aviso laranja os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa devido à previsão de ondas de noroeste com 05 a 06 metros, podendo chegar aos 10 metros de altura máxima.

O aviso laranja vai estar em vigor entre as 15:00 de hoje e as 06:00 de quinta-feira.

O IPMA colocou também sob aviso amarelo os distritos de Setúbal, Beja e Faro entre as 12:00 e as 18:00 de hoje, prevendo-se ondas de noroeste com 04 a 05 metros.

Por causa da agitação marítima, o IPMA emitiu ainda avisa amarelo para o grupo central dos Açores (S. Jorge, Graciosa, Faial, Pico e Terceira) até às 12:00 de hoje.

O agravamento do estado do mar levou a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha a reforçar a recomendação, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, para o regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adoção de medidas de precaução.

Aconselham igualmente a população a manter um estado de vigilância permanente, a estar atenta aos avisos à navegação e às previsão do IPMA, bem como a outras informações das capitanias dos portos sobre as condições de acesso, evitando sair para o mar até que as condições melhorem.

À população em geral que frequente as zonas costeiras, nos Açores e ao longo de toda a faixa litoral oeste do continente, as autoridades aconselham que, até ao final de quinta-feira, se abstenham da prática de passeios junto à costa e nas praias, bem como da prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro céu geralmente muito nublado, períodos de chuva aumentando de intensidade durante a manha e início da tarde, passando a aguaceiros e condições favoráveis à ocorrência de trovoada e granizo até ao início da tarde, em especial no litoral Norte.

Está também prevista queda de neve acima dos 1000/1200 metros, descendo a cota para 800 metros a partir do início da tarde.

A previsão aponta ainda para vento fraco a moderado do quadrante oeste, tornando-se moderado a forte com rajadas até 85 km/h nas terras altas, formação de gelo ou geada nas regiões do interior Norte e Centro, neblina ou nevoeiro matinal e pequena subida de temperatura.

Na região Sul prevê-se períodos de céu muito nublado, chuva fraca aumentando de intensidade durante a manhã e início da tarde, passando a aguaceiros diminuindo de frequência, vento fraco a moderado do quadrante oeste, soprando temporariamente forte com rajadas até 85 km/h nas terras altas e neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.

No que diz respeito às temperaturas, as mínimas vão oscilar entre os 02 graus (em Bragança e na Guarda) e os 09 (em Lisboa) e a máxima entre os 06 (na Guarda) e os 18 (em Faro).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.