Sata ainda tem 484 passageiros em terra por causa das cinzas vulcânicas

Sata ainda tem 484 passageiros em terra por causa das cinzas vulcânicas

 

Lusa/AO On line   Regional   21 de Abr de 2010, 11:26

A transportadora aérea açoriana SATA já começou a repor as ligações canceladas na sequência da nuvem de cinzas provocada por uma erupção vulcânica na Islândia, mas ainda tem por resolver a situação de 484 passageiros.

Desde quinta feira, devido às restrições impostas pela nuvem de cinzas, a SATA cancelou 17 voos, afetando 1.418 passageiros.

A melhoria da situação, segundo disse hoje à Lusa o porta-voz da empresa, permitiu realizar na terça feira as ligações Ponta Delgada/Frankfurt e Funchal/Zurique.

"Em relação aos passageiros retidos da ligação Ponta Delgada/Copenhaga, 65 viajaram até Lisboa, seguindo depois de autocarro até ao seu destino final, enquanto que os restantes 35 alteraram o voo e seguem quinta feira para a capital da Dinamarca", acrescentou José Gamboa.

Em relação à ligação Funchal/Arlanda (Suécia), os passageiros daquele voo também já seguiram para Lisboa, viajando depois de autocarro para o seu destino.

Relativamente aos passageiros da ligação Funchal/Paris, José Gamboa revelou que viajam hoje num voo de horário.

Por resolver está ainda a situação de 484 passageiros que deveriam ter viajado nas ligações que foram canceladas entre Ponta Delgada/Manchester/Londres/Ponta Delgada, Funchal/Dublin/Funchal e Funchal/Copenhaga/Funchal.

A SATA remeteu para o início da tarde mais informações sobre estes voos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.