França

Sarkozy confirma "assassínio" de refém francês

Sarkozy confirma "assassínio" de refém francês

 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Jul de 2010, 11:46

O Presidente da França, Nicolas Sarkozy, confirmou esta segunda-feira “o assassínio” do refém francês Michel Gernameau, reivindicada no domingo pela Al-Qaida no Magrebe Islâmico (AQMI), considerando-o um “acto bárbaro, odioso”.
“Condeno este acto bárbaro, odioso, que acaba de fazer uma vítima inocente (…), que consagrava o seu tempo a ajudar as populações locais”, declarou Sarkozy, numa intervenção transmitida pela televisão, condenando um “assassínio a sangue frio”.

“A sua morte (de Germaneau) ilustra que temos que lidar com pessoas que não têm qualquer respeito pela vida humana”, sublinhou o Presidente francês, depois de uma reunião de urgência do conselho de defesa e segurança, recordando que a vítima tinha 78 anos e estava doente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.