I Liga 2018/19

Santa Clara quer manuntenção no regresso à I Liga

Santa Clara quer manuntenção no regresso à I Liga

 

Lusa/AO Online   Futebol   8 de Ago de 2018, 11:12

O Santa Clara apresenta-se com o objetivo de assegurar a manutenção “o mais rápido possível", no regresso à I Liga portuguesa de futebol, após 15 anos.


Este desígnio foi assumido pelo capitão da equipa Pedro Pacheco, o jogador mais antigo no clube, na apresentação oficial do Santa Clara, que, em três presenças, apenas uma vez, conseguiu manter-se no principal escalão, em 2001/02.

Essa meta tem sido assumida também pela direção do clube açoriano e pela equipa técnica, sendo que o treinador João Henriques, que orientou o Paços de Ferreira, assegurou que a equipa "está cada vez mais preparada" para a I Liga de futebol, dispondo atualmente de um plantel de 24 jogadores.

A equipa da ilha de São Miguel prepara-se para regressar à I Liga, no sábado, no terreno do Marítimo, depois de, na terça-feira, o Conselho de Disciplina ter absolvido o clube pela alegada falta de habilitações do treinador Carlos Pinto para, na época passada, orientar um clube da II Liga.

Este foi o segundo processo que colocou em causa a subida de divisão dos insulares, depois de o mesmo órgão federativo ter punido com multa o Santa Clara, pela não utilização de jogadores sub-23, após queixas de Académico de Viseu e União da Madeira.

Praticamente metade do plantel abandonou o clube, à exceção dos guarda-redes Serginho, Marco e Rodolfo, do defesa Kaio, dos médios Diogo Santos, Accioly, Osama Rashid, Pacheco, Minhoca e dos avançados Clemente, Pineda, Thiago Santana, Alfredo Stephens e Fernando.

A estes, juntaram-se 10 reforços, casos do guarda-redes João Lopes (ex-Portuguesa), dos defesas Rui Silva (ex-Sporting de Braga B), Fábio Cardoso (ex-Rangers), César Martins (ex-Juventude), João Lucas (ex-Leixões), Candé (ex-Omonia), e Patrick Vieira (ex-Vitória de Setúbal), dos médios Bruno Lamas (ex-Leixões) e Anderson Carvalho (ex-Tosno) e do avançado Zé Manuel (ex-Feirense).

Até ao fecho do mercado de transferências, no final do mês, o clube pretende contratar, pelo menos, mais três jogadores para fechar o plantel, procurando um médio e dois avançados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.