Sá Pinto diz que Braga está "mentalmente fresco" e quer vencer Benfica

Sá Pinto diz que Braga está "mentalmente fresco" e quer vencer Benfica

 

AO Online/ Lusa   Futebol   31 de Ago de 2019, 21:28

O treinador do Sporting de Braga, Ricardo Sá Pinto, disse este sábado que, apesar dos muitos jogos realizados, a equipa está "fresca mentalmente" e quer "muito vencer" o Benfica, no domingo, na quarta jornada da I Liga de futebol.

Os minhotos vão realizar o oitavo jogo em 24 dias, tendo jogado na quinta-feira na Rússia, onde garantiram o apuramento para a fase de grupos da Liga Europa, após baterem o Spartak Moscovo por 2-1.

O Braga não vence os 'encarnados' em casa, para o campeonato, desde 2014/15, tendo somado desde então quatro derrotas, mas Sá Pinto não sente os jogadores receosos.

"Receio não sinto de parte de nenhum jogador, antes uma vontade enorme em superar esses resultados. Queríamos ter tido mais tempo para preparar este jogo, é o oitavo jogo em 24 dias, o que não nos é favorável, mas a equipa está fresca mentalmente, feliz e quer muito vencer, isso é o fundamental", disse.

De fora ficam Tormena e Wilson Eduardo, que se lesionaram com os moscovitas, mas Pablo Santos e Murilo já estão recuperados, revelou o técnico.

Sá Pinto disse esperar um "Benfica forte, a querer impor o seu jogo, com um ritmo alto, a querer mandar".

"É um candidato ao título, o último campeão, tem jogadores de grande qualidade, um coletivo forte, não encontro, infelizmente, pontos fracos. Vai ser muito difícil para nós, mas temos que jogar contra este adversário, temos que o respeitar, sermos humildes, mas também ambiciosos, destemidos, porque jogamos em casa, e superarmo-nos, porque queremos muito vencer", disse.

O técnico considerou ainda que, no recente 'clássico' na Luz, que os 'dragões' venceram por 2-0, houve mais mérito do FC Porto do que demérito do Benfica.

"O FC Porto esteve muito bem, soube aproveitar as oportunidades que criou, e nestes jogos entre grandes equipas são os detalhes que decidem", disse.

Ricardo Sá Pinto frisou ainda a necessidade de saber tapar os caminhos de Pizzi e Rafa.

"No último terço, sem dúvida, são os jogadores mais influentes nesta altura, mas não no jogo todo do Benfica, que tem largura, bons laterais e médios, que dão muita segurança. Não podemos dar espaço a esses jogadores, à sua criatividade, velocidade e talento que têm decidido alguns jogos", disse.

Sobre o sorteio da Liga Europa, que determinou que o Sporting de Braga tenha ficado num grupo com os turcos do Besiktas, os ingleses do Wolverhampton e os eslovacos do Slovan Brastislava, Sá Pinto disse sentir-se "muito orgulhoso" do que a equipa alcançou.

"Foi extraordinário, conseguimos o grande objetivo da época já em agosto, o que é notável, agora tudo o que pudermos acrescentar será bem vindo", disse.

Questionado sobre se a recente convocatória do selecionador Fernando Santos podia ter incluído algum jogador do Sporting de Braga, nomeadamente Ricardo Horta e André Horta, Sá Pinto frisou que essa é uma ambição do clube e dos jogadores: "a ver vamos, pode ser que no futuro possam fazer parte."

Sporting de Braga, sétimo classificado, com quatro pontos, e Benfica, quinto, com seis, defrontam-se a partir das 21:00 de domingo, no Estádio Municipal de Braga.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.