Açoriano Oriental
Covid-19
Rússia com mais 27 mil casos e 536 mortes em 24 horas

A Rússia contabilizou 27.039 novos casos de contágio pelo novo coronavírus e 536 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, anunciaram esta sexta feira as autoridades do país.

Rússia com mais 27 mil casos e 536 mortes em 24 horas

Autor: AO Online/ Lusa

Moscovo, o principal foco da pandemia na Rússia, registou 5.907 novos casos e 71 mortes por covid-19 em 24 horas.

Segundo a entidade governamental criada para lutar contra a pandemia na Rússia, o país acumula até hoje 3.186.336 casos positivos e 57.555 mortes por coronavírus.

No entanto, a vice-primeira-ministra russa, Tatiana Golikova, admitiu na quarta-feira que os mortos por covid-19 roçavam os 71.000, ou seja, 27,4% mais do que o número oficial nesse dia.

Golikova falava depois de a agência estatal de estatísticas, Rosstat, comunicar que a mortalidade no país aumentou 13,9% entre janeiro e novembro de 2020.

Apesar destes números, as autoridades russas têm optado por não tomar medidas mais restritivas, embora o autarca de Moscovo tenha prolongado uma semana as férias escolares após reconhecer que a capital ainda se encontra "no pico da pandemia".

O Governo espera que a vacinação com a vacina russa Sputnik V, que começou em 15 de dezembro, reverta a tendência e estabilize a situação epidémica nos primeiros meses de 2021.

A Rússia é o quarto país do mundo, a seguir aos Estados Unidos, Índia e Brasil, com mais casos de contágio por covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.806.072 mortos resultantes de mais de 82,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 6.906 pessoas dos 413.678 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.


PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.