Incêndios

Rui Rio diz que PSD não fala com casas a arder

Rui Rio diz que PSD não fala com casas a arder

 

Lusa/Ao online   Nacional   1 de Set de 2018, 03:03

Rui Rio acusou esta sexta feira os responsáveis pelo combate ao incêndio de Monchique de “incapacidade de articular e coordenar” os meios de combate, e disse que o PSD “não fala com as casas a arderem”.

"Principalmente no último ano e depois de Pedrógão [Grande], e justamente porque Monchique estava sinalizado percebi que não se fez aquilo que se deveria ter feito ao longo dos anos para evitar o que aconteceu", afirmou o presidente do PSD aos jornalistas durante a visita que fez hoje a este concelho do distrito de Faro.

Rui Rio, o último líder partidário a visitar esta zona afetada pelos incêndios, explicou a razão de ainda não ter ido ao terreno.

"O PSD não se pronuncia com casas a arder nem numa altura em que estão mais empenhados os meios a combater o fogo", disse Rui Rio continuando: “O presidente do PSD não fala mesmo com as casas a arderem, a mata a arder e as pessoas a sofrer. Não fala porque respeita as pessoas e os seus sentimentos e a perda do património”.

Portanto, frisou, “quando está a arder, o PSD não ajuda só se não puder, não faz oposição”.

O incêndio rural, combatido por mais de mil operacionais, deflagrou em Monchique (no distrito de Faro) no dia 03 de agosto e foi dominado no dia 10, depois de afetar também o concelho vizinho de Silves e, com menor impacto, Portimão (no mesmo distrito) e Odemira (Beja).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.