Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO Online   Nacional   20 de Fev de 2010, 07:05

As escutas do caso 'Face Oculta', o contrato entre a Taguspark e o futebolista Luís Figo e as eleições presidenciais marcam hoje as capas da imprensa generalista.
 

O semanário Expresso escreve em manchete "Presidente do Taguspark só soube há dois dias do negócio com Figo", explicando que Matos Ferreira diz que nunca foi informado do contrato para a campanha promocional e que o assunto nunca foi discutido nas reuniões do conselho de administração da empresa.


O Expresso publica ainda uma entrevista com o ex-administrador da PT Rui Pedro Soares, em que este afirma que não se arrepende da providência cautelar e se demarca do arguido do caso 'Face Oculta' Paulo Penedos.


"Governo atrasado na discussão do PEC", "Turismo travou prospecção de gás" e a afirmação "Sou especialista em situações de urgência", do candidato às eleições presidenciais Fernando Nobre, são os restantes títulos em destaque no Expresso.


O ex-administrador da PT Rui Pedro Soares dá igualmente uma entrevista ao jornal I, na qual garante que nunca recebeu ordens de São Bento e sublinha: "Pôr-me a monte para fugir aos tribunais não faz o meu tipo".


O I escreve ainda na capa "Preço dos medicamentos pode aumentar este ano" e "Fernando Nobre e Alegre aceleram corrida a Belém".


O jornal Correio da Manhã (CM) titula em manchete "Benfica usado para queimar Moniz", explicando que a possibilidade de uma candidatura de José Eduardo Moniz ao Benfica "foi pensada por Rui Pedro Soares" para "desgastar a imagem do então director geral da TVI".


"Tragédia no mar - quatro pescadores desaparecidos" e "Máfia da Caparica apanhada" são outros destaques do CM.


O Público optou por publicar na capa uma foto com as imagens dos candidatos às eleições presidenciais Fernando Nobre e Manuel Alegre, mas a manchete é feita com o caso do fim do 'Jornal de Sexta' da TVI.


"Fim do Jornal de Sexta foi decidido antes de a PT negociar a TVI", uma afirmação atribuída a Rui Pedro Soares e desmentida por José Eduardo Moniz, que garante que a Prisa sabia que com ele isso "nunca aconteceria".


O Público titula ainda na capa "Défice no SNS dispara para 593 milhões" e "Mar levou dez pescadores desde Dezembro".


O naufrágio ao largo de Peniche merece igualmente destaque no Jornal de Notícias (JN), que escreve "O mar levou mais quatro".


As candidaturas já apresentadas às eleições presidenciais e à liderança do PSD e o castigo aplicado ao futebolista do FCPorto Hulk, que vai ficar fora dos relvados por mais 11 partidas, são outros assuntos que marcam a capa do JN.


Já o Diário de Notícias (DN), puxa para manchete a possibilidade de o PS repor na agenda a lei sobre a concentração dos media, vetada duas vezes por Cavaco Silva em 2009.


"PS ameaça Cavaco com lei vetada sobre a concentração dos media" realça o DN, que a propósito das audições na Comissão parlamentar de Ética destaca a de Armando Vara, que afirmou que a investigação até acusaria "Jesus Cristo, o Papa e o cardeal-patriarca".


A edição de fim de semana do Diário Económico escreve em manchete "PSD força comissão de inquérito no caso TVI em Março", mas destaca igualmente na capa "Governo de Lula trava entrada de brasileiros na Cimpor" e "Cavaco vai à RTP antes das eleições social-democratas".


A imprensa desportiva destaca o castigo aplicado ao futebolista do FCPorto Hulk, que merece foto em todas as capas, com A Bola a titular "Preso até ao dia da liberdade" e O Jogo a destacar "Quatro meses de suspensão para Hulk".


O assunto também merece chamada de capa no Record, com o título "Castigos - Hulk 4 meses e Sapunaru 6 meses", mas o jornal optou por dar maior destaque à alegada intenção do Chelsea em contratar o benfiquista Di Maria.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.