Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   27 de Set de 2007, 06:48

A atribuição da custódia da pequena Esmeralda ao pai biológico, o aumento da corrupção na Função Pública portuguesa e a convocação de oito mil trabalhadores de baixa médica para avaliação são temas hoje em destaque na imprensa lisboeta.
“Oito mil trabalhadores de baixa vão se chamados” é a manchete do Diário de Notícias.

    De acordo com o DN, a Caixa Geral de Aposentações vai convocar, no próximo ano, um total de oito mil funcionários públicos em situação de baixa médica para avaliar o seu grau de incapacidade.

    O jornal adianta ainda que 15 mil funcionários públicos entram na reforma em 2008.

    O DN puxa ainda para a capa que o Tribunal da Relação de Coimbra atribuiu a custódia de Esmeralda, cinco anos, ao pai biológico Baltazar Nunes.

    O jornal destaca uma fotografia que mostra a menina com os pais “adoptivos” e titula “Tribunal não deu prazo para Esmeralda ser entregue ao pai”.

    Na capa, o DN realça também “[José] Mourinho provoca fim de entrevista a Santana [Lopes]” na SIC Notícias.

    Pedro Santana Lopes deu por terminada uma entrevista quarta-feira à noite na SIC Notícias, onde falava sobre as eleições no PSD, depois de ter sido interrompido com uma reportagem, sobre a chegada de José Mourinho a Lisboa.

    “Foto em Marrocos não é de Maddie”, “Educação sexual a partir da 1ª classe”, “Causa genética de cancro no ovário”, “[Luís Filipe] Menezes impugna directas se perder”, “Gordon Brown [primeiro-ministro britânico] dificulta tratado” são outras chamadas de capa do DN.

    O Público escreve na primeira página “Tribunal diz que pais adoptivos não pensavam no interesse da Esmeralda”, adiantando que a menina terá de ser entregue ao pai biológico no prazo de 90 dias.

    O jornal salienta ainda que no acórdão que fundamenta a decisão do tribunal os conselheiros tecem duras críticas ao comportamento dos pais adoptivos.

    A descoberta de onze novas espécies de plantas e animais na província de Thua Thien, no Vietname, e um inquérito que indica que um quinto das escolas não tem Educação para a saúde são temas abordados no Público de hoje.

    O matutino titula ainda “Fundo [de investimento português] recorreu ao crédito face à fuga de clientes”, “[Dias] Loureiro contra teor dos ataques de Menezes”, “Repressão na Birmânia já fez vários mortos” e “FC Porto cai em Fátima, Sporting e Benfica sofrem” na Taça da Liga.

    O Correio da Manhã escolheu hoje para manchete o título “Corrupção aumenta na Função Pública”, segundo um relatório da Transparência Internacional, uma organização não governamental.

    No relatório refere-se que Portugal piorou na lista dos países corruptos e que a má imagem dos agentes do Estado e de políticos se agravou.

    Sobre o caso Maddie, o CM escreve que “Falsa Maddie é filha de belga”, referindo-se à menina que surge numa fotografia tirada em Marrocos por turistas espanhóis e que é parecida com a criança inglesa desaparecida em Maio no Algarve.

    “Crise financeira atinge famílias portuguesas”, “Esmeralda diz que só tem `uma família´”, “Paulo Camacho deixa a SIC amanhã”, “Skins profanam cemitério” em Lisboa e “Milagre de Fátima afasta FC Porto” são outros títulos do CM.

    O Jornal de Notícias chama à primeira página “Procurador obriga a recorrer sempre no Apito Dourado”.

    O matutino diz que as decisões de juízes contrárias às teses de Maria José Morgado serão alvo de recurso, uma ordem dada pelo Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, que já seguiu para todas as procuradorias distritais do país.

    O diário salienta também uma entrevista ao líder do PSD, Marques Mendes, na qual diz que “Menezes baixou o debate para um plano inqualificável”.

    O JN destaca ainda “Menina da Sertã entregue a pai biológico dentro de noventa dias”, “Penáltis só não salvaram o FC Porto”, “Igreja endurece críticas ao Governo” e “Investimentos seguros para tempos de crise”.

    Na primeira página, o 24horas noticia “McCann de rastos com falsa Maddie”, realçando que a menina loura da foto que correu o mundo é marroquina e filha de pastores berberes.

    Sobre o caso Esmeralda, o diário escreve que a menina ficou em pânico quando soube pela televisão que tinha de deixar os pais afectivos.

    “Fátima faz o milagre e elimina o FC Porto” na Taça da Liga, “Monção: Mãe confessa que matou a filha a pontapé mas diz que foi sem intenção”, “Vacinas da gripe começam a ser vendidas segunda-feira” e “Carlos do Carmo internado com problemas cardíacos” são outras chamadas de capa do 24horas.

    O Jornal de Negócios escreve hoje “Titularização: Negócios com Citigroup exigiu mais 3,7 mil milhões ao Estado”.

    “CMVM [Comissão Mercado de Valores Mobiliários] alerta para riscos nos fundos de investimento”, “Maconde acusa BCP de travar recuperação” e “Provedor do Desempregado está seis meses atrasado” são temas abordados no JdN.

    O Diário Económico anuncia em manchete que “TAP não quer dois aeroportos em Lisboa”, salientando que o presidente da transportadora aérea, Fernando Pinto, rejeita a hipótese Portela+1 que se mantém sobre a mesa como alternativa à OTA.

    O jornal noticia ainda que “Crise força CMVM a apertar controlo aos fundos”, “Bill Gates escreve a Cavaco Silva sobre globalização”, “Sonae Sierra e IKEA juntos em Espanha”, “Paulo Teixeira Pinto diz que `Portugal precisa de atitude´” e “Presidente da Soares da Costa já esqueceu divisão no BCP”.

    A revista Sábado realça na sua edição “Mourinho em privado”, destacando as últimas fotos de bastidores no Chelsea, a vida em família e as negociações do treinador português.

    A Sábado salienta ainda “Os golpes e as reuniões conspirativas no PSD” e uma entrevista ao cantor Rui Veloso na qual diz: “Já bebi tudo o que tinha de beber”.

    “A vida depois do cancro” é a manchete da revista Visão, que destaca uma entrevista ao escritor António Lobo Antunes.

    A Visão chama ainda à primeira página “Como vai ser a TV do futuro” e “A guerra do Pólo Norte”.

    A eliminação do FC Porto frente ao CD de Fátima na terceira eliminatória da Taça da Liga em futebol e o facto de Benfica e Sporting terem de esperar pelo desempate por pontapés da marca de grande penalidade para seguir em frente dominam as manchetes dos jornais desportivos.

    “Nossa Senhora!”, exclama o Record, afirmando que o “FC Porto cai e o Benfica e Sporting (seguem) em frente ao fim de 40 penáltis”.

    “Fátima”, “A força da fé” é o título escolhido por A Bola para ilustrar a vitória da equipa da segunda liga sobre os bicampeões portugueses, por 4-2 nas grandes penalidades, sublinhando que os “dragões” foram “condenados pela lei dos «penalties»”.

    Por seu lado, O Jogo indica na sua manchete que na noite de quarta-feira “Grande só o Sporting”, relembrando que o guarda-redes Tiago se revelou decisivo nos penáltis, onde os “leões” se impuseram por 7-6.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.