Revista da Imprensa de Lisboa


 

Lusa/AO Online   Nacional   25 de Mai de 2010, 06:56

Parlamento gasta mais, crise trava carreira a 45 mil funcionários, saúde com cortes de 50 milhões, escutas do caso Face Oculta, segurança nas praias e empate da selecção nacional são alguns dos destaques da imprensa de hoje.

O Correio da Manhã inscreve na primeira página mais dinheiro para viagens de deputados e que os partidos recebem mais 90 milhões em subvenções, destacando ainda que selecção falha teste na Covilhã e que ministra tira 12,5 milhões aos médicos.

Horas extras na saúde custaram 345 milhões, exigida vigilância todo o ano nas praias, nova vaga de manifestações contra portagens e polícias com actualização de um e meio por cento, são os títulos do Jornal de Noticias.

O Diário de Noticias destaca que só 12 hospitais vão poder contratar novos médicos, crise corta água nos tribunais e aumenta listas de espera nas creches sociais, as escutas de José Sócrates no processo Face Oculta ainda estão na gaveta do procurador e que os jogadores Di Maria e Coentrão vão para o real de Madrid.

O Público escreve que austeridade trava prémios e avanço na carreira a 45 mil funcionários da função pública, saúde quer cortar 50 milhões para equilibrar as contas do Serviço nacional de Saúde e Governo admite alterar data da época balnear.

O jornal i titula que Creches e lares de idosos com aumento zero, IRS aumenta a 1 de Junho, ministra da saúde corta um por cento da despesa e que o filme Sexo e a Cidade 2 estreia a 3 de Junho.

Os económicos fazem manchetes com os custos da saúde em Portugal, no diário económico médicos ficam de fora do congelamento na função pública e no jornal de negócios hospitais com prejuízos impedidos de contratar.

O jornal de negócios destaca ainda que ouro vai subir 26 por cento, que a economia tem sido destruída pelo euro e que o turismo contorna a crise com novos destinos como o Brasil.

O Diário Económico chama também à primeira página que o aumento de impostos em risco de violar a Constituição, que os fundos nacionais têm exposição de 100 milhões e que a empresa telefónica garante que proposta para compra da Vivo é justa e final.

Os três desportivos chamam à primeira página o jogador do Benfica Di Maria e possível venda ao Real de Madrid por 40 milhões, e que Portugal não vai além do empate com Cabo Verde.

A Bola destaca ainda que Maniche sai de cena, que Villas Boas sucede a Jesualdo Ferreira na liderança da equipa portista, e que o argentino Diego Maradona admira o treinador português José Mourinho.

O Jogo destaca o golo do adeus de Di Maria assumindo a transferência para o Real de Madrid e que Maradona ficou de boca aberta, bem como a selecção pode perder Tiago além das novas contratações do Sporting e do Porto.

O Record avança com a venda de Di Maria e Coentrão ao Real Madrid, que o jogador Boghossian pode ir para o Sporting e que a selecção sem alegria e sem Tiago.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.