Relatório do LNEC aponta para uma tendência de “melhoria contínua” da situação ambiental na Praia da Vitória

Relatório do LNEC aponta para uma tendência de “melhoria contínua” da situação ambiental na Praia da Vitória

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   5 de Set de 2018, 11:55

O mais recente relatório, referente ao primeiro semestre de 2018, produzido pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), de análise e acompanhamento dos trabalhos de reabilitação para melhoria da situação ambiental do concelho da Praia da Vitória, aponta para uma tendência de “melhoria contínua”.

O relatório do Governo dos Açores, que já foi enviado à Assembleia Legislativa e à Câmara Municipal da Praia da Vitória, incide sobre os resultados dos trabalhos de monitorização, principalmente dos sites 3001 (Porta de Armas) e 5001 (South Tank Farm), definidos pelo LNEC em 2010, como contaminados e onde a ação de descontaminação pelos EUA assume caráter prioritário, numa perspetiva da salvaguarda da qualidade da água de consumo público, refere nota publicada no Gacs esta quarta-feira.


De acordo com o relatório, no site 3001, verifica-se a total ausência de BTEX (benzeno, tolueno, etilbenzeno, xilenos) e de VOC - Compostos Orgânicos Voláteis em todos os pontos analisados neste site, e uma diminuição dos HAP - Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos na zona exterior a este local.


No que diz respeito ao site 5001, para além da também ausência de BTEX e de Compostos Orgânicos Voláteis, verifica-se uma diminuição de hidrocarbonetos totais.


O governo diz ainda que os resultados das amostras realizadas à qualidade da água destinada ao consumo humano, cumprem com as Normas de Qualidade.


Os resultados agora publicados advêm da monitorização de 10 pontos de água nos níveis suspensos (formações hidrogeológicas superficial e intermédia) em três tipos de amostras de água.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.