OE2019:

Reitores avisam que precisam de mais dinheiro

Reitores avisam que precisam de mais dinheiro

 

Lusa/Ao online   Nacional   25 de Ago de 2018, 02:03

O Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) aceita um orçamento para 2019 igual ao deste ano, mas avisa que precisa de mais dinheiro, 3,8 milhões de euros só para fazer face ao descongelamento de carreiras.

A posição é expressa num comunicado hoje divulgado, na sequência de uma reunião extraordinária do CRUP realizada na quinta-feira, na qual foi analisada a proposta de orçamento para 2019 apresentada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O governo propõe para as universidades “um 'plafond' base” igual ao dos últimos dois anos, e as universidades “mostram-se solidárias com o esforço nacional de consolidação das contas públicas”.

Mas, dizem no comunicado, ao orçamento proposto pelo governo faltam os 3,8 milhões para “fazer face aos encargos resultantes do descongelamento das carreiras aprovado pela Assembleia da República, em conformidade com o cálculo das instituições”.

Os reitores alertam ainda que a proposta de orçamento também não inclui verbas para suportar os encargos com a contratação de bolseiros não abrangidos pelos pagamentos da Fundação para a Ciência e Tecnologia, nem para a regularização dos vínculos precários.

“O CRUP confia que o Governo honrará os compromissos assumidos com as universidades”, conclui o comunicado dos reitores.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.