Cheias

Reguengo do Alviela isolada há duas semanas


 

Lusa / AO online   Nacional   8 de Mar de 2010, 10:14

Há duas semanas a prestar apoio à população de Reguengo do Alviela (Santarém), isolada pela subida das águas do Tejo, a corporação de Bombeiros Voluntários de Pernes começa a dar sinais de algum desgaste.
Francisco José Viegas, comandante da corporação, disse hoje à agência Lusa que o apoio à população da aldeia se tem feito sem grande dificuldade, mas o arrastamento da situação no tempo começa a causar algum desgaste, já que os elementos disponíveis são praticamente sempre os mesmos.

Durante a semana, os Bombeiros Voluntários de Pernes colocam três dos seus elementos mais disponíveis a fazerem as viagens necessárias para levar à povoação os bens essenciais e para transportar os que necessitam de sair da aldeia, nomeadamente para consultas médicas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.