Justiça

Reclusos vão dispor de aconselhamento jurídico gratuito

Reclusos vão dispor de aconselhamento jurídico gratuito

 

Lusa / AO online   Regional   22 de Fev de 2010, 14:08

Os reclusos da Cadeia de Ponta Delgada, nos Açores, vão dispor a partir de quarta-feira de aconselhamento jurídico gratuito para problemas relacionados com as suas vidas familiares, anunciou esta segunda-feira a Ordem dos Advogados.
O presidente do Conselho Distrital dos Açores da Ordem dos Advogados, Eduardo Vieira, revelou à Lusa que o apoio judiciário aos 200 reclusos vai ser assegurado duas vezes por semana (quartas feiras e sábados), de forma voluntária, por uma dezena de causídicos inscritos na Ordem.

Segundo Eduardo Vieira, poderão ser colocadas a estes advogados questões relacionadas com arrendamentos, divórcios, heranças ou ainda regulação do poder paternal.

"As pessoas estão limitadas e podem estar confrontadas com problemas na sua vida familiar no exterior. Trata-se, no fundo, de lhes retirar preocupações e problemas", afirmou, frisando que o aconselhamento "não substituirá o apoio de advogados que estejam vinculados pelo apoio judicial ou com mandato".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.