PSD acusa TAP e SATA de incumprimento com a Terceira

PSD acusa TAP e SATA de incumprimento com a Terceira

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   16 de Ago de 2018, 12:11

O PSD/Terceira acusou esta quinta-feira a TAP e a SATA de, “no âmbito da sua operacionalidade internacional, nacional e regional, continuarem a falhar com a Ilha Terceira”.

Em comunicado, a comissão política de ilha presidida por António Ventura exige, “a quem governa, nos Açores e na República, que assuma as suas responsabilidades políticas para melhorar as ligações aéreas de passageiros e de carga de e para a Terceira ao nível regional, com o continente e no âmbito internacional”.

 

Para os social democratas, o Governo Regional, “como único acionista da SATA, e o Governo da República, como acionista maioritário da TAP, são responsáveis diretos por essas permanentes falhas”, acusam.

 

Relativamente à SATA, António Ventura refere que “temos vindo a assistir, com muita frequência, ao incumprimento dos horários das ligações internacionais da SATA com a Ilha Terceira.E referirmo-nos, especificamente, às ligações entre Boston e Oakland com a Terceira, operadas pela SATA, onde se tem verificado o incumprimento dos horários programados e, inclusive, existido cancelamentos de voos”.

 

O responsável fala de uma realidade “que afeta a economia da Terceira, transmitindo uma imagem de incompetência e desleixo a quem nos visita, o que não abona a favor da Terceira e dos Açores”, adianta.

 

“Também os voos inter-ilhas, igualmente com muita frequência, não obedecem aos horários estabelecidos. Acrescendo a isso que o elevado preço dos bilhetes, a manifesta falta de lugares e o facto da Terceira continuar a ser esquecida naquele que pode ser o seu contributo para melhorar a mobilidade aérea regional, acarretam consequências negativas ao desejado desenvolvimento da nossa terra”, diz António Ventura.

 

 

Para António Ventura, seria de esperar “que o recente Conselho de Administração da SATA trouxesse o conhecimento suficiente para alterar estas situações, mas é com grande preocupação que ouvimos o seu novo presidente afirmar que não percebe do negócio”, destacou, frisando que “toda esta irresponsabilidade acontece pela mão do Governo Regional”.

 

Quanto à TAP, “está também em constante incumprimento para com a Terceira. Temos recebido várias queixas de bagagens e encomendas comerciais que ficam na origem, e essas são situações que lesam a nossa economia”, diz António Ventura.

 

O cancelamento e o incumprimento dos horários por invocadas “questões operacionais”, que incluem a “falta de pessoal”, como é referido por alguns operadores, “acaba por favorecer outros destinos internacionais, em detrimento dos Açores, o que assume uma situação absolutamente incompreensível e inaceitável”, diz aquele dirigente local do PSD.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.