Proveitos do turismo crescem 7,5% para 376,7 ME em junho

Proveitos do turismo crescem 7,5% para 376,7 ME em junho

 

Lusa/AO Online   Nacional   13 de Ago de 2018, 12:13

Os proveitos do turismo totalizaram 376,7 milhões de euros em junho, mais 7,5% em termos homólogos, mas abrandando face ao mês anterior, segundo divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os proveitos totais atingiram 376,7 milhões de euros e os de aposento 278,6 milhões de euros, abrandando para crescimentos de 7,5% e 7,8%, depois de em maio terem avançado 9% e 10,4%, respetivamente.

Entre as várias regiões, o INE destaca os aumentos de proveitos na Área Metropolitana de Lisboa (de 13,1% nos proveitos totais e de 15,5% nos de aposento) e no Norte (11,9% e 13,0%, respetivamente).

Segundo o INE, o rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) foi 64,4 euros em junho, crescendo 7,2% face ao mesmo mês do ano passado, mas abrandando face à subida de maio (que foi de 8,7%).

A Área Metropolitana de Lisboa registou o RevPAR mais elevado (96,1 euros). Neste indicador são de destacar os crescimentos na Área Metropolitana de Lisboa (14,7%), Norte (9,9%) e Açores (8,8%).

A evolução do RevPAR foi globalmente positiva entre as diversas tipologias em junho, com os maiores aumentos a verificaram-se nas pousadas (11,5%) e nos hotéis (7,2%), com realce, nestes últimos, para as unidades de cinco estrelas (9,1%).

Em junho, os parques de campismo receberam menos 9,5% capistas (num total de 169,7 mil), que proporcionaram 504,3 mil dormidas (menos 9,3%).

"Para o decréscimo das dormidas contribuíram quer o mercado interno (-7,2%) quer os mercados externos (-13,3%). Os residentes em Portugal predominaram, representando 66,7% do total de dormidas. A estada média (2,97 noites) aumentou ligeiramente (+0,2%)", acrescenta o INE.

As colónias de férias e pousadas da juventude registaram 33,4 mil hóspedes (-1,0%) e 66,4 mil dormidas (-4,5%), com o mercado interno a representar mais de dois terços do mercado (74,4%).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.