Programas de Educação Parental nos Açores já abrangeram cerca de 2500 participantes

Programas de Educação Parental nos Açores já abrangeram cerca de 2500 participantes

 

AO Online/Gacs   Regional   22 de Jun de 2018, 17:59

A Secretária Regional da Solidariedade Social revelou, em Ponta Delgada, que os programas de Educação Parental promovidos pelo Governo dos Açores já abrangeram cerca de 2500 participantes desde a sua implementação.

 


Na abertura do II Fórum de Educação Parental, promovido através do Instituto da Segurança Social dos Açores, Andreia Cardoso afirmou que “não há dúvida que a Região evoluiu muito no que à Educação Parental diz respeito.”

“Além da diversificação dos programas, que foram abrangendo diferentes faixas etárias, os programas aplicados nos Açores também cresceram no sentido de abranger outras figuras parentais que não apenas os pais e têm, pelo seu sucesso, motivado a capacitação de um número cada vez maior de técnicos e de técnicos de diferentes respostas sociais na área da Infância e Juventude”, salientou em nota do Gacs.

Na Região, a intervenção familiar em matéria de educação parental teve início em 2011, com um projeto-piloto desenvolvido na ilha de São Miguel, entretanto alargado às ilhas Terceira e Faial em 2013, e ao Pico em 2016.

De acordo com a secretária regional, desde a sua implementação, os vários programas abrangeram um total de quase 2500 participantes, entre pais e outras figuras parentais, crianças e jovens, educadores de infância e profissionais que desenvolvem a sua atividade nas Casas de Acolhimento Residencial da Região.

Os resultados obtidos motivaram a inclusão da Educação Parental na Estratégia Regional de Combate à Pobreza e à Exclusão Social 2018-2028, diz Andreia Cardoso, estando previstos reforços, quer ao nível da formação de técnicos, quer no aumento do número das atividades dinamizadas junto das famílias.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.