Prisão preventiva para jovem suspeito de matar o pai em Vila Verde

Prisão preventiva para jovem suspeito de matar o pai em Vila Verde

 

Lusa/Ao online   Nacional   22 de Set de 2018, 02:54

Um juiz de instrução criminal no Tribunal de Guimarães aplicou esta sexta feira prisão preventiva a um jovem de 21 anos suspeito do homicídio do pai em Moure, Vila Verde, em outubro de 2017, disse à Lusa fonte policial.

O suspeito foi detido em França, no cumprimento de um mandado de busca europeu, e entregue na quarta-feira às autoridades portuguesas.

A vítima é um empresário de 52 anos que morava em Moure, Vila Verde, e que foi encontrado morto a 25 de outubro na mala da sua carrinha, num descampado em Palmeira, concelho de Braga.

Foi assassinado com um tiro no pescoço.

O homicídio terá ocorrido em Vila Verde, tendo depois o cadáver sido transportado na mala da carrinha da vítima, até ao local onde foi encontrado.

Em junho, a PJ deteve a mulher do empresário, por suspeita de participação no homicídio.

No entanto, o juiz de instrução criminal no Tribunal Judicial de Guimarães deixou-a em liberdade, aplicando-lhe apenas apresentações diárias na PSP e proibição de se ausentar do país e de contactar com os restantes intervenientes processuais, à excepção dos filhos.

A mulher saiu indiciada do crime de ocultação de cadáver, por alegadamente ter ajudado o filho a esconder o corpo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.