Primeiro-ministro expressa satisfação perante resgate

Primeiro-ministro expressa satisfação perante resgate

 

Lusa/Aonline   Nacional   2 de Dez de 2011, 12:06

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, manifestou hoje “profunda satisfação” perante a notícia do resgate com vida dos seis tripulantes da embarcação de pesca “Virgem do Sameiro”, desaparecida terça-feira ao largo da Figueira da Foz.

“Foi com profunda satisfação que tomei conhecimento do resgate dos seis tripulantes da embarcação de pesca ´Virgem do Sameiro´, que se encontrava desaparecida no mar desde a passada terça-feira. Aos pescadores e às suas famílias, que viveram dias de grande angústia, quero deixar uma palavra de conforto, mas também de regozijo pelo desenlace desta terrível situação”, escreve o primeiro-ministro, numa mensagem enviada à agência Lusa.

Pedro Passos Coelho felicita ainda “todos os que estiveram diretamente envolvidos nas operações de resgate dos tripulantes” da embarcação, “em especial as mulheres e os homens da Marinha e da Força Aérea Portuguesa, que foram incansáveis durante os dia de busca e resgate”.

“O seu esforço, que teve como resultado o resgate com vida de seis pessoas, é um motivo de orgulho para todos os Portugueses”, congratula-se.

Os seis tripulantes da embarcação de pesca "Virgem do Sameiro" foram hoje encontrados com vida a 12 milhas, cerca de 22 quilómetros, a noroeste do cabo Mondego, disse à agência Lusa o porta-voz da Marinha.

Os seis tripulantes foram detetados pelo helicóptero da Força Aérea às 11:03 e às 12:00 já tinham sido resgatados, encontrando-se a bordo do helicóptero que os vai transportar para a Base Aérea de Monte Real onde vão ser assistidos por equipas do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Em declarações à agência Lusa, o porta-voz da Marinha Portuguesa, comandante Alexandre Santos Fernandes, disse que os seis homens foram detetados na balsa salva-vidas pelo helicóptero da Força Aérea que colaborava nas operações de busca e salvamento.

O comandante Santos Fernandes contou que as buscas começaram quinta-feira à tarde e continuaram durante toda a noite com a participação do navio patrulha oceânico “Viana do Castelo” e até às duas da manhã por um C295 da Força Aérea.

 

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.