Saúde

Primeiro medicamento português chega às farmácias em Portugal


 

Lusa / AO online   Nacional   1 de Abr de 2010, 11:47

O primeiro medicamento de raiz e patente portuguesas, um antiepiléptico da Bial, chega esta quinta-feira às farmácias portuguesas, quase um ano depois de aprovado pela Comissão Europeia e após o Governo português ter anunciado a sua comparticipação a 95 por cento.
Segundo a empresa, o medicamento chega ao mercado após 14 anos de investigação e 300 milhões de euros de investimentos, estando já à venda na Alemanha, Reino Unido, Dinamarca, Áustria, Noruega e Suécia. Até 2011 será também comercializado nos restantes países europeus, nos Estados Unidos e no Canadá.

Na opinião do presidente do grupo Bial, Luís Portela, o lançamento deste antiepiléptico em Portugal "tem um significado especial, é um momento histórico para Bial e também para a indústria farmacêutica nacional".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.