Presidente do Governo recebeu Conselho de Opinião da RTP

Presidente do Governo recebeu Conselho de Opinião da RTP

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   25 de Set de 2018, 13:10

O Presidente do Governo recebeu esta terça-feira o Conselho de Opinião da RTP, a quem transmitiu o entendimento de que as necessidades do serviço público de rádio e televisão nos Açores não se esgotam no trabalho feito ao nível da melhoria das instalações e de algum equipamento técnico.

 


“É importante reconhecer que há trabalho feito e passos que foram dados no sentido de melhorar as condições de funcionamento do serviço público de rádio e televisão nos Açores, nomeadamente ao nível de instalações e de algum equipamento”, afirmou Vasco Cordeiro, citado em nota do Gacs.

 

Após o encontro, que decorreu em Ponta Delgada, o Presidente do Governo salientou, porém, que todos devem ter presente que as “necessidades do serviço público de rádio e televisão nos Açores não se esgotam na satisfação da questão de melhores instalações” nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial.

 

“Há necessidades que interessa também acudir do ponto de vista de equipamento, de vária natureza, e também de recursos humanos, quer do ponto de vista da sua qualificação e formação, quer do ponto de vista da capacidade que este serviço terá para cumprir cabalmente o seu papel”, frisou.

 

Em declarações aos jornalistas, Vasco Cordeiro sublinhou, por outro lado, a utilidade da realização deste encontro com o Conselho de Opinião da RTP, presidido por Manuel Coelho da Silva e composto maioritariamente por membros indicados por associações e outras entidades representativas dos diferentes setores da sociedade.

 

“Este encontro acresce ao trabalho que é feito, de forma mais direta e mais permanente, pelo representante da Região Autónoma dos Açores, o Dr. José Lourenço, neste Conselho de Opinião”, salientou Vasco Cordeiro.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.