Português enfrenta pena de prisão por tráfico de tecnologia militar

Português enfrenta pena  de prisão por tráfico de tecnologia militar

 

Lusa/AO Online   Internacional   25 de Ago de 2010, 11:07

Um cidadão português residente em Macau enfrenta uma pena de prisão de até 45 anos nos Estados Unidos, depois de ter sido considerado culpado de tentar exportar ilegalmente tecnologia usada pelas forças norte-americanas e da NATO.

O caso de Chi Tong Kuok, também conhecido por Edison Kuok, voltou ao tribunal federal de San Diego na segunda feira, tendo o juiz marcado nova audição para 13 de setembro, depois de ouvir os argumentos finais da defesa e acusação, disse à Lusa a responsável de comunicação da procuradoria do sul da Califórnia.

A sentença deveria ter sido lida segunda feira, mas “o juiz quis rever depoimentos gravados pelo acusado”, disse Debra Hartman à Lusa.

“Kuok poderá recorrer da sua condenação e da sentença” para instâncias superiores, adiantou a mesma responsável.

O cidadão português aguarda o desfecho do processo em detenção num centro prisional de San Diego, sudoeste dos Estados Unidos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.