Portugal, um dos novos destinos das migrações

Portugal, um dos novos destinos das migrações

 

Lusa/AO Online   Nacional   18 de Dez de 2009, 09:56

Se todos os migrantes do planeta se juntassem num só sítio, seriam a quinta maior nação do Mundo. O seu Dia Internacional é hoje assinalado com várias iniciativas em Portugal, um dos "novos países" de destino dos migrantes.

De acordo com os últimos dados da Organização Internacional das Migrações (OIM), há 214 milhões de migrantes em todo o mundo, correspondendo a 3,1 por cento da população global.

Em 2008, os frutos do seu trabalho movimentaram 444 mil milhões de dólares, 338 mil milhões dos quais foram enviados para países subdesenvolvidos.

Mas não é só a falta de dinheiro que leva seres humanos a emigrar: em 2008, havia 26 milhões de pessoas deslocadas devido a conflitos em pelo menos 52 países e hoje contam-se cerca de 16 milhões de refugiados.

Do total de migrantes no mundo, 49 por cento são mulheres e 20 a 30 milhões encontram-se em situação ilegal nos países de destino.

Os Estados Unidos da América, com 42,8 milhões de migrantes registados, são de longe o país de maior fluxo de imigração no mundo.

Quanto ao país de origem das migrações, a China está à frente de todos, tendo sido o ponto de partida de 35 milhões dos actuais migrantes, seguida da Índia (20 milhões) e das Filipinas (sete milhões.

Portugal é referido pela OIM, juntamente com a Itália, Irlanda e Noruega, como um dos "novos países" de destino dos movimentos de migração.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.