Liga das Nações

Portugal tem vantagem face à Polónia, mas não vence desde 2002

Portugal tem vantagem face à Polónia, mas não vence desde 2002

 

Lusa/AO Online   Futebol   9 de Out de 2018, 09:17

A seleção portuguesa de futebol tem mais um triunfo do que a Polónia no histórico dos confrontos entre as duas seleções, mas não vence desde que conseguiu o resultado mais desnivelado, o 4-0 do Mundial de 2002.

Em 11 encontros, Portugal venceu quatro e os polacos três, registando-se ainda quatro igualdades, três delas nos derradeiros três encontros, o último desnivelado a favor de Portugal nos penáltis, nos ‘quartos’ do Europeu de 2016.

A 30 de junho de 2016, em Marselha, a Polónia marcou cedo, aos dois minutos, pelo ‘inevitável’ Robert Lewandowski, mas, aos 33, o ‘improvável’ Renato Sanches empatou o jogo, com um remate de pé esquerdo ainda de fora da área. O 1-1 manteve-se até aos 120.

Na ‘lotaria’ dos penáltis, a eficácia lusa foi total e Rui Patrício mostrou-se decisivo, ao parar o remate de Kuba, carimbando, com 5-3, o acesso luso às meias-finais, rumo a um título selado, depois, por Éder, na final com a França.

Antes deste encontro, os dois anteriores também chegaram ao final dos 90 minutos com igualdades, a dois em Lisboa, onde Portugal virou de 0-1 para 2-1, com tentos de Maniche e Cristiano Ronaldo, e deixou-se empatar aos 87 minutos, na corrida ao Euro2008, e a zero em Varsóvia, num particular disputado em 2012.

Também na corrida ao Europeu de 2008, Portugal perdeu por 2-1 em Chorzow, onde regressa na quinta-feira para o seu segundo encontro no Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações, muito por culpa de Eusebiusz – sim, em homenagem ao ‘rei’ - Smolarek, que ‘bisou’.

Para encontrar o último triunfo da formação das ‘quinas’, é, assim, necessário recuar mais de 16 anos, até 10 de junho de 2002, dia em que Portugal goleou os polacos por 4-0, na fase final do Mundial, ‘score’ que lhe dá a atual vantagem nos golos (14-10).

Entre os desaires com os Estados Unidos (2-3) e a anfitriã Coreia do Sul (0-1), que valeram o adeus na fase de grupo, a seleção então orientada por António Oliveira bateu os polacos com um ‘hat-trick’ de Pauleta e um tento do suplente Rui Costa.

Foi a última vitória e, mesmo não servindo de nada, a mais marcante, enquanto, no que respeita a desaires, o mais recordado é o que aconteceu no Mundial de 1986, no México.

Portugal até tinha vencido o primeiro jogo do grupo, frente à Inglaterra (1-0, com um tento de Carlos Manuel), mas não conseguiu repetir o feito e perdeu pelo mesmo resultado perante uma Polónia liderada por Zbigniew Boniek, atual presidente da federação de futebol daquele país, e que tinha na baliza o então guarda-redes do FC Porto, Josef Mlynarczyk.

Os primeiros jogos entre as duas seleções remontam à década de 70 do século passado, na qualificação para o Mundial de 1978, realizado na Argentina.

Em 16 de outubro de 1977, Portugal começou por perder no Estádio das Antas, no Porto, 2-0, por culpa de um ‘bis’ do histórico Grzegorz Lato e, duas semanas depois, empatou 1-1, com um golo de Manuel Fernandes, na Polónia, em Chorzow.

Depois, Portugal conseguiu três triunfos consecutivos, por 2-0 em 1981, num particular, e, por 2-1 em casa, com tentos de Nené e Fernando Gomes, em 1982, e por 1-0 fora, com um ‘golão’ de Carlos Manuel, em 1983, na fase de apuramento para o Euro84.

O 12.º embate entre Portugal e a Polónia, a contar para o Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações, realiza-se na quinta-feira, em Chorzow, às 19:45 (em Lisboa).

Na Liga das Nações, Portugal lidera o Grupo 3 da Liga A com três pontos, enquanto a Polónia, comandada por Lewandowski, que cumprirá a 100.ª internacionalização, é segunda, com um, e a Itália terceira, também com um ponto, mas mais um jogo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.