Diplomacia

Portugal mantém inalterado rumo da política externa

Portugal mantém inalterado rumo da política externa

 

Lusa / AO Online   Nacional   27 de Out de 2009, 10:31

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou, no Luxemburgo, que a política externa portuguesa irá manter o mesmo rumo e será apenas "adaptada às circunstâncias" colocadas, nomeadamente, com a entrada em vigor do Tratado de Lisboa.
"O rumo da política externa está definido e vai continuar", disse Luís Amado antes de entrar para uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE).

O responsável português insistiu que "a política do Governo será a mesma, adaptada às circunstâncias que vão ser diferentes, designadamente com alterações importantes (…) na área da política europeia" impostas com a previsível entrada em vigor do Tratado de Lisboa.

Este acordo negociado entre os 27 prevê a criação de dois cargos importantes - o presidente do Conselho Europeu e o alto representante da Política Externa europeia, uma espécie de ministro dos Negócios Estrangeiros da UE - e também o aparecimento de um serviço europeu de acção externa.

"Temos de nos adaptar a essa circunstâncias, de passarmos a ter uma rede de representações da UE em todo o mundo", disse Luís Amado.

O chefe da diplomacia escusou-se a divulgar os nomes da sua nova equipa de secretários de Estado no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

"Veremos isso nos próximos dias (…) O Presidente da República será informado em primeira mão", disse Luís Amado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.