Portugal continental e ilhas com risco muito elevado de exposição aos raios UV

Portugal continental e ilhas com risco muito elevado de exposição aos raios UV

 

Lusa/Ao online   Nacional   4 de Ago de 2018, 11:31

Portugal continental, o arquipélago da Madeira e o grupo central dos Açores apresentam este sábado um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV).

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O índice ultravioleta varia entre 1 e 2, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

O calor extremo que se regista no país levou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) a colocar 11 distritos do continente sob aviso vermelho, o mais grave da escala.

Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Lisboa, Setúbal, Évora e Braga são os distritos com uma situação meteorológica de risco extremo.

Este aviso implica recomendações à população para que se mantenha regularmente ao corrente da evolução das condições meteorológicas e para que siga as orientações da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

No resto do continente, os avisos são laranja, o que significa risco moderado a alto.

Para hoje, o IPMA prevê tempo excecionalmente quente, com céu pouco nublado ou limpo e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.