Portimonense regressa às vitórias com goleada sobre o Nacional


 

Lusa/Ao online   Futebol   10 de Mar de 2019, 19:09

O Portimonense regressou este domingo às vitórias, ao receber e golear o Nacional por 5-1, em encontro da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio Municipal de Portimão.

A formação da casa chegou ao intervalo com uma confortável vantagem de três golos, tentos da autoria de Júlio César (23 minutos), na própria baliza, Lucas Fernandes (28) e Paulinho (40), de grande penalidade.

Hamzaoui (55) ainda reduziu para o Nacional, mas Aylton Boa Marte (55) e Jackson Martinez (83) fixaram o resultado.

Com esta vitória, os algarvios que não venciam há seis jornadas, ascenderam à nona posição, com 31 pontos, infligindo a 13.ª derrota à formação da Madeira, equipa que não vence fora de casa há mais de três meses e que terminou o encontro reduzida a dez elementos por expulsão de Kalindi (89 minutos), por acumulação de cartões amarelos.

Numa partida em que o sinal mais foi sempre da formação comandada por António Folha, o resultado ao intervalo refletia a supremacia da equipa algarvia, que aos cinco minutos teve oportunidade para abrir o marcador, quando Tabata, após trabalho individual, falhou o alvo.

O Nacional só aos 16 minutos é que incomodou a baliza algarvia, num lance em que o guarda-redes Ricardo Ferreira evitou o golo a Palocevic, naquela que foi a melhor oportunidade dos madeirenses em toda a primeira parte.

Aos 23 minutos, o Portimonense colocou-se em vantagem com um autogolo de Júlio César, num lance em que Tabata ganhou a linha de fundo e, ao cruzar, a bola foi desviada pelo central da equipa madeirense, traindo o guarda-redes Daniel Guimarães.

A intranquilidade provocada na equipa comandada por Costinha, após o golo, foi aproveitada pelos algarvios para aumentarem a vantagem, aos 23 minutos, por intermédio de Lucas Fernandes, após assistência de Jackson Martinez, e Paulinho, aos 40 minutos, fez o 3-0, ao concretizar um penálti, após ter sido derrubado na área.

Antes do intervalo, o Portimonense beneficiou ainda de outra grande penalidade, a castigar um corte com o braço de Kalindi, mas Jackson Martinez rematou ao lado.

Na segunda parte, o Nacional entrou com outra dinâmica ofensiva e, aos 55 minutos, Hamzaoui, de cabeça, reduziu a desvantagem dos madeirenses.

Contudo, o Portimonense viria a repor a vantagem em três golos, com Aylton Boa Morte, aos 58 minutos, a estrear-se a marcar pela equipa algarvia, ao assinar o quarto golo, após defesa incompleta de Daniel Guimarães, após remate de Tabata.

Até ao final, os algarvios tiveram várias ocasiões para aumentar a vantagem, mas Pedro Sá e Tabata falharam o alvo, tendo Jackson Martinez fixado o marcador, ao marcar o quinto golo, aos 83 minutos, com um remate colocado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.