Polo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria explora história da ilha

Polo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria explora história da ilha

 

Lusa/AO Online   Regional   26 de Jul de 2018, 08:59

Foi inaugurado, quarta-feira, o polo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria, inaugurado, num investimento de 1,6 milhões de euros, vai acolher uma exposição relativa à história da ilha, a primeira dos Açores a ser descoberta.

No âmbito do segundo e último dia da visita estatutária à ilha de Santa Maria, o presidente do Governo Regional, o socialista Vasco Cordeiro, inaugurou hoje o núcleo museológico, na sequência da ampliação e reabilitação de um edifício existente.

O líder do executivo açoriano acredita que a inauguração do polo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria, juntamente com as obras de requalificação do cinema do aeroporto e da torre do aeroporto são bons exemplos da aposta do Governo Regional na cultura.

O espaço deverá acolher, a partir do próximo mês, uma exposição permanente com a temática “A primeira ilha”, uma alusão ao facto desta ter sido a primeira ilha do arquipélago a ser descoberta e que “versa sobre a história da ilha de Santa Maria no contexto arquipelágico”.

“Este novo núcleo será como que a porta de entrada para o conhecimento mais alargado do arquipélago, explicando a aventura da travessia do Atlântico, as formas de ocupação territorial, as culturas introduzidas e demais particularidades do povoamento de Santa Maria”, explicou o governante.

A exposição permanente irá explorar o passado da ilha, “do mais remoto, ao mais recente”, desde a paragem de Cristóvão Colombo, que introduziu “os Açores como ponto de apoio essencial às viagens intercontinentais”, até à construção do primeiro aeroporto de Santa Maria, “o primeiro 'hub' internacional no meio do Atlântico”.

O governante diz estar “certo de que o novo núcleo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria será um espaço inscrito no presente contemporâneo, de olhos postos num futuro próximo, mas com os pés alicerçados na segurança de um passado, seja ele mais remoto, ou mais recente”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.