Polícias acusam jovem de violência após sentença sobre morte de irmão na Casa Pia


 

Lusa   Nacional   26 de Jan de 2010, 16:52

Três polícias acusaram esta terça-feira, em tribunal, o jovem Carlos Varela de reagir com violência quando tentavam acabar com os confrontos que se seguiram à sentença do assassino de um aluno no colégio Pina Manique, irmão do arguido.
Um dos polícias identificou Carlos Varela como autor de uma série de golpes violentos que alegadamente sofreu quando tentava deter este jovem, durante os confrontos que se registaram no Campus da Justiça, em Lisboa, a 15 de Janeiro.

Os confrontos seguiram-se à leitura da condenação de Ruben Moreno a 16 anos e oito meses de prisão pelo homicídio de Eucrides Varela, ex-aluno da Casa Pia de Lisboa, assassinado à facada no Colégio Pina Manique, a 12 de Dezembro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.