Polícia dispersa manifestação de trabalhadores universitários


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Out de 2009, 15:55

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas quarta-feira, entre elas três polícias, quando agentes policiais tentaram dispersar uma marcha de trabalhadores da Universidade Central da Venezuela (UCV) que reclamavam aumentos salariais.
Os confrontos tiveram lugar nas proximidades daquela instituição educativa depois de a Polícia Metropolitana de Caracas reprimir uma marcha de trabalhadores da UCV e da Universidade Nacional Aberta nas proximidades da Assembleia Nacional (parlamento).

Os trabalhadores conseguiram entregar aos parlamentares um documento exigindo o pagamento do aumento salarial decretado em 2008 e queixando-se de incumprimento da normativa vigente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.