Plataforma de Cidadania pede "intervenção imediata" do Governo Regional no apoio a estudantes carenciados


 

Lusa/AO online   Regional   27 de Set de 2012, 15:24

A Plataforma de Cidadania, formada pelo PPM e PND para as eleições de outubro nos Açores, pediu a "intervenção imediata" do Governo Regional para evitar um "descalabro" de desistências de alunos universitários por dificuldades económicas.

“Sei que as coisas estão difíceis, mas, se há dinheiro para festivais e para situações que não têm nada a ver com o nosso desenvolvimento, o Governo Regional poderia abrir um programa de bolsas para que alunos mais carenciados possam estudar”, afirmou Rui Simas, cabeça de lista da Plataforma de Cidadania pelo círculo de S. Miguel, em declarações aos jornalistas no final de uma reunião com o reitor da Universidade dos Açores.

Rui Simas frisou que há "cerca de 400 estudantes" que não se podem inscrever porque têm propinas em atraso, defendendo a necessidade de uma "intervenção social" do executivo regional, através de "um programa de bolsas para os alunos mais carenciados".

“Se não, o que vai acontecer?", questionou o candidato, respondendo que "estas pessoas vão para o desemprego”.

Para Rui Simas, é preciso "evitar o descalabro enorme", que seria cerca de 400 alunos "ficarem pelo caminho por falta de condições financeiras para prosseguir os estudos".

O candidato da Plataforma de Cidadania salientou que esta situação representa "uma regressão no acesso ao ensino superior, que está cada vez mais para as classes mais favorecidas e para as elites", criticando o Governo da República por "não dar uma almofada de subsistência às pessoas, mas dar perdão às grandes empresas".

Rui Simas voltou a reivindicar "um perdão fiscal para as famílias, micro, pequenas e médias empresas", uma exigência que consta do programa eleitoral da Plataforma de Cidadania.

“A banca nos Açores deveria pagar como pagam as outras empresas e o Governo Regional deve ter esta verba como almofada para apoio às empresas e famílias”, defendeu Rui Simas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.