Açoriano Oriental
Pelo menos 60 mortos em incêndio em hospital de Calcutá
Pelo menos 60 pessoas morreram num incêndio deflagrado hoje num hospital da cidade de Calcutá, no leste da Índia, indicaram as autoridades.

Foto:
Autor: Lusa/AO Online

A chefe do Governo regional de Bengala, Mamata Banerjee, declarou que 41 cadáveres foram levados para um centro sanitário da cidade, e que há cerca de 20 corpos nos pisos superiores do hospital incendiado, segundo a agência local IANS.

Mamata descreveu o sinistro no hospital de AMRI, localizado no bairro de Dhakuria, no sul da cidade, como fruto de negligência, que classificou de "crime imperdoável", pedindo a aplicação da "condenação mais dura possível" aos responsáveis, segundo a cadeia NDTV.

Pouco depois do meio-dia (hora local), várias unidades de bombeiros davam continuidade às operações de resgate, tendo já retirado a maior parte das pessoas do centro hospitalar.

Porta-vozes do corpo de bombeiros informaram que o incêndio estava controlado e que apenas subsistiam alguns focos no sótão do edifício, admitindo no entanto desconhecerem o número de doentes que permaneciam dentro do imóvel.

Centenas de familiares e amigos dos doentes acorreram ao local do sinistro para obterem informações dos seus entes queridos.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.