PCP quer enfermeiro e médico de família para todos os madeirenses


 

AO Online/ Lusa   Nacional   2 de Nov de 2019, 17:28

O PCP da Madeira instou este sábado o Governo Regional a garantir que nenhum residente no arquipélago fica privado de enfermeiro e médico de família, num projeto de resolução entregue na Assembleia Legislativa.

"O Governo Regional deverá assegurar por via do reforço do número de profissionais e de meios de promoção ativa de saúde a materialização deste objetivo da resolução", indica o documento que, anunciou hoje o PCP, já foi entregue no parlamento madeirense e que aguarda agora agendamento para debate.

"Tantos cidadãos na Região Autónoma da Madeira não têm ainda nem médico de família, nem enfermeiro de família", afirmam os comunistas.

A resolução propõe ainda que o Governo Regional entregará anualmente um relatório público sobre a avaliação executiva desta medida, observando que a mesma entrará em vigor com a aprovação do Orçamento Regional subsequente à publicação deste projeto.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.