Passos Coelho felicita Eduardo dos Santos e MPLA pela vitória

Passos Coelho felicita Eduardo dos Santos e MPLA pela vitória

 

Lusa/AO online   Internacional   3 de Set de 2012, 15:26

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, felicitou hoje José Eduardo dos Santos e o MPLA pela vitória nas eleições gerais angolanas, considerando que estas representam um contributo para a "trajetória de desenvolvimento e de progresso" de Angola

O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) ganhou com maioria qualificada (72,24 por cento) as eleições gerais angolanas, realizadas na sexta-feira, e José Eduardo dos Santos foi eleito indiretamente Presidente da República, segundo os resultados provisórios divulgados no domingo.

Numa mensagem enviada a José Eduardo dos Santos, Pedro Passos Coelho felicita-o e ao seu partido "pela expressiva vitória", acrescentando: "Gostaria especialmente, através de vossa excelência, de felicitar o povo angolano, a sociedade civil e os partidos políticos pelo seu compromisso com a democracia, traduzido num elevado padrão cívico de participação eleitoral, observado quer durante o período de campanha, quer no escrutínio".

Em seu nome e do Governo português, o primeiro-ministro manifesta "satisfação pela realização deste novo ato eleitoral, não só pelo sinal intrínseco que encerra enquanto consolidação das instituições democráticas, num quadro de pluralismo político, num quadro de pluralismo político, mas também pelo contributo que ele representa na trajetória de desenvolvimento e de progresso económico-social que Angola tem vindo a percorrer com reconhecido êxito".

Passos Coelho afirma que "Portugal e Angola são parceiros de longa data, quer em termos de cooperação de Estado a Estado, quer em termos de relacionamento sócio-económico entre as nossas duas comunidades, entre as nossas gentes, famílias, cidadãos e empresários" que têm estado juntos "nos bons e nos maus momentos".

"Na promoção da paz, da estabilidade, da democracia, do progresso económico e social em ambos os países e nas regiões em que nos inserimos, temos estado juntos. Juntos na certeza de que este é o caminho que queremos continuar a trilhar neste século XXI", escreve, concluindo: "Daí que seja natural que partilhe, com o senhor presidente, a nossa satisfação pela realização deste novo ato eleitoral".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.