Eleições presidenciais

Organizações reivindicam alterações à lei eleitoral


 

Lusa / AO online   Nacional   17 de Mai de 2010, 11:19

Cinco organizações reivindicaram esta segunda-feira ao Governo a alteração rápida da lei eleitoral do Presidente da República, com o objectivo de melhorar as condições de acessibilidade para cidadãos com necessidades especiais ao ato eleitoral que decorre no início de 2011.
A reivindicação foi feita através de uma mensagem enviada hoje ao primeiro-ministro, José Sócrates e envolve o Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), o Gabinete para a Inclusão da Universidade do Minho, a AJUDAS, o Centro Especializado em Baixa Visão e a Sociedade Portuguesa de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade (SUPERA).

Esta iniciativa surge quase dez meses depois da aprovação da resolução da Assembleia da República n.º 72/2009 e numa altura em que se está a esgotar o período durante o qual é possível alterar a lei eleitoral do Presidente da República.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.