Ordem responsabiliza governo por hospital estar “bloqueado”

Ordem responsabiliza governo por hospital estar “bloqueado”

 

Paula Gouveia   Regional   12 de Fev de 2019, 08:44


A Ordem dos Médicos nos Açores alertou, ontem, em conferência de imprensa, que o Hospital Divino Espírito Santo (HDES) “está, neste momento, bloqueado”, considerando que é preciso “responsabilizar a tutela por este problema” e encontrar “soluções rápidas”.


“Tudo o que o hospital devia estar a fazer: cirurgias, atuações médicas e exames complementares mais diferenciados, estão bloqueados”, sublinhou Isabel Cássio, presidente do conselho médico da Ordem dos Médicos nos Açores. Como salienta a médica, “a Ordem tem de estar preocupada quando é o próprio diretor clínico que assume que há alterações da regularidade assistencial no Hospital Divino Espírito Santo de Ponta Delgada”. 


Leia mais na edição desta terça-feira, 12 fevereiro 2019, do jornal Açoriano Oriental


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.