Açoriano Oriental
Orçamento dos Açores afirma “novo paradigma de políticas públicas”

A líder parlamentar do CDS-PP/Açores, Catarina Cabeceiras, disse que o Plano e Orçamento da região para 2021 representa um “novo paradigma de políticas públicas” para potenciar os recursos das ilhas, considerando os documentos como “verdadeiramente” democráticos.

Orçamento dos Açores afirma “novo paradigma de políticas públicas”

Autor: Lusa/AO Online

“Este Orçamento e este Plano são a demonstração inequívoca de que este parlamento, alicerçado num ideal de justiça social e na gestão responsável dos nossos recursos públicos, tem hoje a capacidade de afirmar um novo paradigma de políticas públicas que potencializa os recursos de cada uma das nossas ilhas”, declarou.

Catarina Cabeceiras falava na cidade da Horta, na Assembleia Legislativa Regional, onde decorre a discussão do Plano e Orçamento dos Açores.

A centrista considerou o Plano e Orçamento como “verdadeiramente” democráticos, o que, por “alguma oposição, é visto como uma desgraça” e como uma “manta de retalhos”.

“Uma democracia mais rica, com mais pluralidade, mais diálogo, mais partilha de ideias, não fica a ganhar? Julgo que sim e, principalmente, ficam a ganhar os açorianos”, afirmou.

A líder parlamentar do CDS/Açores destacou ainda o investimento destinado ao Serviço Regional de Saúde no Plano e Orçamento da região.

“É por isso que, na saúde, contrariamente aos caos herdado, o caminho trilha-se agora na capacitação do Serviço Regional de Saúde com os meios necessários para combater a pandemia, bem como garantir a prestação de cuidados de saúde aos açorianos”, assinalou.

Durante esta semana está a decorrer na Assembleia Regional, no Faial, a discussão do Plano e Orçamento dos Açores para 2021, que serão votados na sexta-feira.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados