Operação Carnaval termina hoje com menos mortos, num primeiro balanço


 

Lusa/Ao On line   Nacional   17 de Fev de 2010, 06:25

 A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) terminam hoje as suas operações de Carnaval, que visaram o controlo do trânsito, combate ao crime contra o património e fiscalização ao material explosivo e pirotécnico.

Até ao final de segunda-feira, a operação da GNR registou 943 acidentes, que resultaram na morte de três pessoas, 19 feridos graves e 232 feridos ligeiros.

Durante a "Operação Carnaval em Segurança 2010", que se iniciou no dia 12 deste mês e termina hoje, a PSP deu maior visibilidade à presença policial onde se registava maior movimento de pessoas, reforçando o policiamento das zonas onde decorreram cortejos e desfiles de Carnaval.

Além disso, a PSP desenvolveu várias ações nas escolas para demonstrar o "perigo real do manuseamento de artigos pirotécnicos sem o cuidado necessário", com o apoio das Equipas de Inativação de Explosivos e Segurança em Subsolo da Unidade Especial de Polícia.

A PSP aumentou a presença e a fiscalização nos estabelecimentos de diversão noturna e reforçou a fiscalização rodoviária, como o escoamento do tráfego no interior das cidades e controlo do consumo de drogas e álcool.

A "Operação Carnaval 2010" da GNR visou, essencialmente, o controlo do trânsito, com particular destaque nas estradas e vias principais.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.