Óleo de Vieira da Silva vai a leilão por 750 mil euros


 

Lusa / AO online   Nacional   10 de Out de 2007, 17:25

 "Lisbonne-Ville", um óleo sobre tela de Maria Helena Vieira da Silva, de 1958, é a obra mais importante de um leilão de pintura Moderna e Contemporânea que se realiza quinta-feira em Lisboa.
    Esta obra tem uma base de licitação de 750 mil euros, disse à Lusa fonte da leiloeira Leiria e Nascimento.

    "A década de 50 foi particularmente generosa com Vieira da Silva. Foram dez anos de várias e importantes exposições da sua obra em França e no estrangeiro, época em que a sua pintura toma decisivamente um lugar de primeiro plano", refere um texto divulgado pela leiloeira a propósito da obra, uma das mais importantes da artista sobre Lisboa.

    "No seu percurso de comunicação abstracta esta obra incluiu-se na temática de referência ao ambiente urbano", adianta o texto sobre a mesma pintura que desenvolve uma rede de correspondências entre quadrados e rectângulos, em tonalidades de azul (65 cm por 90 cm).

    O leilão inclui ainda desenhos de Picasso e de Miró e quadros de Menez, Júlio Pomar, Arpad Szenes, Graça Morais e Júlio Resende, entre outros.

    De Menez, será leiloado "Pietà", uma obra de 1984, que vai à praça com uma estimativa de licitação entre os 150 mil e os 200 mil euros.

    "Mascarados de Pirenópolis", um óleo de Júlio Pomar, de 1987, presente em várias exposições, incluindo a mostra intitulada "Comédia Humana", realizada em 2005 no Centro Cultural de Belém, tem como base de licitação 120 mil euros.

    Picasso, um dos artistas que atinge recordes nos leilões internacionais, estará representado com "Toros e Toreros", um desenho a pastel sobre papel dedicado a Luis Miguel Dominguin e testemunho do seu fascínio pelo toureio, e com um outro desenho sem título, assinado e datado de 1967.

    O primeiro desenho tem uma estimativa de licitação que vai de 40 mil a 60 mil euros e o segundo entre os 30 e os 40 mil.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.