EUA

Obama condena "massacre absurdo" de israelitas

Obama condena "massacre absurdo" de israelitas

 

Lusa/AO online   Internacional   1 de Set de 2010, 18:05

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Barack Obama, condenou esta quarta-feira o “massacre absurdo” ocorrido na terça-feira, na Cisjordânia, com o Hamas a reivindicar o assassínio de quatro israelitas.
Obama, que falava na Casa Branca ao lado do primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, com quem acabara de se reunir durante 90 minutos, adiantou que os extremistas não conseguiriam boicotar o diálogo directo entre israelitas e palestinianos.

O Presidente norte-americano disse querer falar directamente “aos israelitas e aos habitantes da região do massacre que se produziu ontem [terça -feira] perto de Hébron”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.