Eleições EUA

Obama anuncia a morte da avó materna


 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Nov de 2008, 21:49

O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, anunciou a morte da avó materna, de 86 anos, que sofria de cancro, na véspera das eleições presidenciais norte-americanas.
   "É com grande tristeza que anunciamos que a nossa avó Madelyn Dunham, se extinguiu em paz depois de ter lutado contra um cancro", declarou Obama num comunicado conjunto com a irmã, Maya Soetoro-Ng.

    "Ela era a pedra angular da nossa família", acrescentam o candidato e a irmã.

    "Ela era a pessoa que nos encorajou e nos permitiu realizar-nos", prosseguiram.

    "Ela estava orgulhosa dos seus netos e bisnetos e deixou este mundo sabendo que a sua obra sobre todos nós é significativa e duradoura. A nossa dívida para com ela não tem limites", disseram.

    O mês passado, Obama interrompeu a campanha eleitoral durante um dia e meio para se deslocar ao Havai, para estar à cabeceira da avó materna, que ajudou a criar o jovem Barack Obama depois da morte da mãe, vítima de cancro.

    A mãe e avós maternos de Obama são brancos originários do Kansas, centro dos Estados Unidos, mas Obama, actualmente com 47 anos, passou grande parte da infância no Estado norte-americano do Havai, arquipélago no Oceano Pacífico.

    "Quero ter a certeza de que não cometo o mesmo erro duas vezes", afirmou Obama, em entrevista difundida recentemente pela televisão CBS, numa alusão à mãe, vítima de cancro, que morreu aos 53 anos, antes de Obama a poder ver uma última vez.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.